Ghost – do Outro Lado da Vida

Publicado: 14/10/2010 em Romance

É possível fazer uma cena romântica (com altas doses de erotismo) ao som de uma canção belíssima e tornar este momento inesquecível? Provavelmente você pensou em várias cenas antológicas da sétima arte que tenham estes ingredientes. Agora imagine o seguinte cenário: Altas horas da madrugada e uma bela mulher sozinha em seu atelier está a criar sua obra de arte. O lugar está à meia luz e, vindos do aparelho de som, ouve-se uma bela melodia. Enquanto Molly Jensen tenta dar forma ao seu objeto em cerâmica surge, por traz, seu amado que se senta nas suas costas envolvendo-a completamente num abraço. Entre as pernas de seu homem esta mulher perde completamente a concentração e sua obra vai tomando outras formas já que quatro mãos estão agora a massagear o que seria um belo vaso decorativo. O ato de criação da artista se perdeu na madrugada dando lugar a um momento de pura entrega amorosa.

A canção “Unchained Melody” toma conta do ambiente. O objeto de arte transforma-se em um ponto de concentração de mãos em carícias a sugerir todas as possibilidades de um ato erótico de carícias, toques e beijos. A tal “aula” de cerâmica improvisada de Sam Wheat reveste-se agora de uma sensualidade e beleza onde o amor está presente e a libido em seu ponto máximo. Acredito que a esta altura do relato você já saiba de que filme estou me referindo. Se não sabe, corra à locadora mais próxima e alugue Ghost – do Outro Lado da Vida com direção de Jerry Zucker e roteiro de Bruce Joel Rubin e emocione-se com este momento memorável do cinema.

Este filme foi um grande sucesso de público porque conseguiu falar de um tema bastante polêmico como a vida após a morte forma bem humorada, com toque de romantismo na medida certa, uma boa trilha sonora e a química perfeita entre Demi Moore na pele da doce e sensual Molly Jensen e Patrick Swayze vivendo o “fantasma” apaixonado. Claro que a participação de Whoopi Goldberg como a charlatona Oda Mae Brown também contribuiu para fazer de Ghost – do Outro Lado da Vida um filme que vale a pena ser revisto.

A cena que ilustra este comentário foi sugerida pelo meu amigo Thiago Silva que me mandou a seguinte frase pelo Twitter: Preliminares na aula de cerâmica em “Ghost”, uma sequência romântica, erótica e antológica!!!!”

Obs: Infelizmente não encontrei esta cena com som original só com dublagem em italiano.

Anúncios
comentários
  1. Thiago Lucio Oliveira da Silva disse:

    Esta cena consegue ser excitante sem ser explícita, é o poder sexual do amor. Mas acabou ficando engraçado a versão italiana… original ou em português seria melhor. Mas o seu texto foi ótimo!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s